Você sabe qual é a história do processo de soldagem?

Por definição, a soldagem é reconhecida como “o processo que une dois elementos através de uma alta energia”.

O processo de soldagem pode ser conhecido como a operação de união, revestimento ou reparo de peças, visando obter continuidade de propriedades físicas e químicas nas juntas soldadas.

A eficiência é uma das qualidades da soldagem. Nenhum outro método de junção é capaz de formar um vínculo tão direto e poderoso como a solda.

A história do processo de soldagem.
A história do Processo de Soldagem.

Foi no século 19 que a soldagem por arco elétrico chegou para transformar o mercado de trabalho.

O seu surgimento proporcionou importantes resultados para os segmentos industriais e o processo passou a ser utilizado de acordo com as necessidades de cada época, assim como novas técnicas foram sendo desenvolvidas justamente para atender toda e qualquer demanda específica.

Por muito tempo a única forma de fazer as soldas era utilizando uma fornalha e um martelo em um processo chamado: forjamento.

Neste processo, dois materiais são postos um sobre o outro, aquecidos, mas não ao ponto de derreterem e logo depois, são martelados. Quando martelados, os dois materiais criam o mesmo elo que hoje criamos com a eletricidade.

A eletricidade substituiu a força bruta do processo de forjamento, para construir com facilidade o nosso mundo, do carro que dirigimos ao avião que voamos, além de diversas outras coisas.

Processos dentro do universo da soldagem:

O processo de soldagem abriga diversos procedimentos, entre eles:

Arco Elétrico

O arco elétrico é o método mais comum é a soldagem a arco elétrico, com base em princípios descobertos no início do século 19.

Tais descobertas revelaram que uma corrente elétrica salta sobre um vão entre dois condutores de metal, fechando um circuito. Esse salto conhecido como arco elétrico gera uma descarga semelhante a uma faísca extremamente brilhante e quente.

Quando o arco é formado e posicionado perto dos pedaços de metal, o calor intenso faz com que o eletrodo e o metal nas juntas sejam fundidos, formando a chamada força de fusão.

Enquanto ela é endurecida, toda a força fundida precisa ser protegida até do ar que respiramos e em caso de falta de proteção, os resultados podem ser perigosos, como: soldas frágeis e quebradiças. 

Para que esses resultados sejam evitados, é preciso protegê-las utilizando um revestimento químico aplicado sobre o eletrodo.

Durante o seu derretimento em função do calor do arco, o revestimento transforma-se em um estudo de gases, que cerca e protege a solda deixando-a livre do ar.

Esse processo é chamado de soldagem com eletrodo revestido. Com o avanço da tecnologia, tal revestimento passou a ser cada vez mais importante e aperfeiçoado. 

Rebites x Soldas

Na década de 40, os rebites eram a melhor solução para a construção civil. Porém, além de limitar de forma significativa as opções dos projetos de arquitetos e engenheiros, a sua utilização era muito difícil. 

Os operários precisavam perfurar as vigas de aço, enquanto um grupo de trabalhadores precisavam alinhar todos os furos com máxima precisão.

Os rebites eram aquecidos e quando prontos, eram arremessados para alguém que estava esperando para prendê-los. Havia um lançador e um receptor com um alicate que colocava o rebite no furo, enquanto outro empurrava.

A solda permitiu que os arquitetos e engenheiros realizassem sonhos e desenvolvessem projetos maiores e edifícios mais altos, de maneira confiável.

O soldador

O trabalho de um soldador demora anos para ser aprimorado, já que existem muitas variáveis ao soldar. Raramente os dois materiais soldados são idênticos.

Os metais e as espessuras podem variar, assim como o ambiente de trabalho e a finalidade do metal também. As variáveis são muitas e é preciso saber muito sobre soldas para que o serviço seja executado com sucesso.

Fazer a utilização de equipamentos de segurança também faz parte do desafio de ser um soldador. A máscara de solda proporciona a proteção dos olhos e da pele, porém, seu aspecto escuro requer costume para que os olhos possam adaptar-se ao ambiente.

A soldagem é o corpo e a alma de simples utensílios domésticos até estruturas de tamanho e profundidade extraordinárias, ela tem um importante papel na nossa vida diária por simplesmente manter todo o mundo “unido”.

Gostou de saber mais um pouco sobre soldagem e quer encontrar os melhores produtos voltados para soldagem?

Acesse o nosso site http://bit.ly/2ORZbbE e escolha o seus itens!

Beatriz Approbato

Oi! Meu nome é Beatriz Approbato, sou jornalista e redatora, apaixonada por comunicação, por marketing e por fotografia. Adoro escrever sobre ferramentas e me sinto cada vez mais empoderada ao utilizá-las no dia a dia. Também comando as Redes Sociais da A Mega Loja! :)

Este post tem 2 comentários

  1. mario muranaka

    Assunto muito bem explanado !

    1. Beatriz Approbato

      Excelente tarde, Mario. Gratidão pelo seu feedback! 🙂
      Um abraço!

Deixe uma resposta