Como posso manter a ferrugem longe das minhas ferramentas?

As ferramentas manuais são como extensões de nossas mãos, favorecendo-nos na realização de trabalhos práticos e rápidos.

Mas apesar de tamanha praticidade, as ferramentas possuem um inimigo que causa grandes estragos: a oxidação.

Todos os metais estão propícios a sofrer com o processo de oxidação, devido ao contato direto com a umidade, poeira e outros elementos deteriorantes.  

Quando as peças encontram-se oxidadas, os metais das peças vão se degradando, destruindo toda a resistência e utilização das mesmas.

A ferrugem é um fator tão prejudicial para as ferramentas, que podem destruí-las por completo!

Para evitar com que a ferrugem se instale em suas ferramentas manuais, é preciso tomar alguns cuidados especiais.  

Mas o que de fato mantêm a ferrugem longe das ferramentas? Vinagre branco? Bicarbonato de sódio? Suco de limão? Produtos profissionais? Vamos descobrir!

Leia as dicas abaixo:

Armazenamento

Antes de mais nada, precisamos entender o quanto o armazenamento das ferramentas é importante!

É preciso mantê-las em locais secos e protegidos de luz e de umidade, como as caixas de ferramentas, por exemplo. Que além de protegê-las ainda facilita no transporte seguras mesmas.

Mas não basta armazená-las corretamente, se as ferramentas não estiverem sempre limpas, livres de qualquer resíduos, como terra, tinta ou graxa.

Óleo anticorrosivo

O óleo anticorrosivo é um item profissional que também é indispensável para manter as peças novinhas em folha. Uma fina camada de óleo é o necessário para preservá-las!

Limpe bem a ferramenta e utilize um pano/pincel para aplicá-lo na ferramenta. Deixe agir por alguns minutos e retire o excesso. Repita a aplicação a cada seis meses.

Esse processo é suficiente para preservar e prolongar a vida útil das ferramentas manuais.

Mas como remover a ferrugem das suas ferramentas manuais?

Para iniciar a remoção da ferrugem, lembre-se de sempre utilizar equipamentos de segurança para os olhos, o nariz, a boca e para as mãos.

Quando o metal da sua ferramenta já estiver sido corroído, é hora de começar a tirar a ferrugem solta e suas crostas.

Elimine-as de imediato, mesmo que seja pouca coisa, para evitar com que as áreas enferrujadas não se alastrem para o resto da ferramenta.

Para limpá-las e remover toda a ferrugem, trabalhe sempre em ambientes com boa ventilação para evitar o contato direto com os ácidos.

Tome bastante cuidado com produtos químicos que podem danificar e manchar. Proteja o ambiente com lona plástica ou faça a limpeza dentro de um recipiente que poderá ser descartado.

E os métodos caseiros? Eles funcionam?

Lembra que citamos ali em cima alguns itens: vinagre branco, bicarbonato de sódio e o suco de limão? Pois bem, muita gente gosta de improvisar para não gastar muito dinheiro.

Mas se você está se perguntando se eles, de fato, funcionam, a resposta é: sim!

O vinagre, por exemplo, é capaz de absorver a ferrugem do metal. Basta mergulhar a peça no vinagre, deixar agir por um tempo e pronto. Livres de ferrugem!

O que fazer quando a ferramenta já estiver com acúmulo de ferrugem?

Outro procedimento que podemos investir é: acrescentar saquinhos de sílica de gel ou pedaços de giz nas caixas de ferramentas.

Pode parecer besteira, mas o giz é capaz de absorver o excesso de umidade quase que de forma imediata. Porém, vale lembrar que ele não suporta grandes capacidades.

Por não suportar grandes quantidades de vapor de água, é preciso realizar a troca constante do giz para que ele seja suficiente.

Além disso, quando já existir acumulação de ferrugem, a ferramenta poderá ser desenferrujada com um diluente e uma esponja de aço ou mergulhada em um recipiente com água corrente e ácido cítrico em pó diluído.

Assista a um vídeo:

Viu como é fácil manter a ferrugem longe das suas ferramentas?

Agora é só aplicar as dicas nas suas ferramentas! E se estiver precisando de novas ferramentas manuais, você já sabe aonde encontrar, né? Acesse http://bit.ly/2P2DOnS 😁

Beatriz Approbato

Oi! Meu nome é Beatriz Approbato, sou jornalista e redatora, apaixonada por comunicação, por marketing e por fotografia. Adoro escrever sobre ferramentas e me sinto cada vez mais empoderada ao utilizá-las no dia a dia. Também comando as Redes Sociais da A Mega Loja! :)

Este post tem um comentário

  1. Valente Oliveira

    recuperei muitas ferramentas usando o método de eletrólise

Deixe uma resposta